Folha Ubajarense » Tasso comemora aniversário com jeito de comício
Entrevistas e Homenagens

Confira as entrevistas concedidas ao Jornal Folha Ubajarense. Em breve a sessão Homenagem Póstuma estará disponível

Ibiapaba online

Notícias da Ibiapaba:Viçosa do Ceará, Tianguá, Ubajara, Ibiapina, São Benedito, Guaraciaba do Norte e Carnaubal

Polícia

O interior do Estado do Ceará não é mais o mesmo. Violência, criminalidade e acidentes no trânsito fazem parte da rotina

Ubajaridade

A essência de ser ubajarense permanece arraigada nos habitantes dessa cidade pacata e de clima agradável

ümor

Artigos, Crônicas, Piadas. Tudo aquilo que você não precisa saber para viver com dignidade e qualidade de vida está aqui

الرئيسة » Política

Tasso comemora aniversário com jeito de comício

أرسلت بواسطة Monique Gomes في segunda-feira, 21 dezembro 2009لا تعليقات

Em festa com jeito de comício, Tasso mantém mistério
A festa de aniversário, em Pacajus, teve cores e aparência de comício, embora tenham faltado discursos. E manteve-se a dúvida: para onde irá Tasso em 2010?I
tassoO palanque estava montado com as cores tucanas: amarela e azul. O sanfoneiro Waldonys, no palco ao lado, anuncia a chegada do “galeguinho” e engatilha os versos de Luiz Gonzaga: “Olha pro céu, meu amor”. Uma pequena queima de fogos começa. O bolo aparece. No fundo do palanque, um painel luminoso com uma foto de Tasso Jereissati (PSDB) nas primeiras campanhas. Em Pacajus (Região Metropolitana de Fortaleza), o senador comemorou seu aniversário de 61 anos. Em clima semelhante a um comício, havia a expectativa da oficialização de sua pré-candidatura. A dúvida se o tucano, em 2010, disputará o Senado ou o Governo do Estado, porém, permaneceu. Mesmo com microfone posto, Tasso optou pelo silêncio e não fez nenhum pronunciamento.I

Antes da festa popular puxada por Waldonys, Tasso assistiu, na Igreja Matriz de Pacajus, à missa em ação de graça, ladeado por familiares e nomes do tucanato. A senadora Patrícia Sabóia (PDT) também marcou presença.I

O prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa (PR), que foi inimigo político de Tasso na década de 90 e hoje tenta aliança com o tucano, esteve presente e ressaltou que o aniversariante foi um grande governador e é hoje um grande senador. Pessoa, pré-candidato ao Governo, deseja o apoio do PSDB para bancar sua candidatura. Havia, também, grande expectativa da presença do governador Cid Gomes (PSB). A atividade estava confirmada na agenda do governador, mas uma reunião, mais longa do que o esperado, impossibilitou o descolamento.I

Na última quinta-feira, Cid foi alvo de críticas severas do deputado estadual Cirilo Pimenta (PSDB). Também esteve presente no aniversário, Cirilo é ex-presidente estadual da legenda e, ao criticar Cid, comparou a atual gestão com as administrações de Tasso e defendeu candidatura própria dos tucanos ao Executivo.I

Naquele mesmo dia, Marco Penaforte, atual presidente do partido no Ceará, declarou que, com a saída de Aécio Neves (PSDB) da disputa presidencial, resta à legenda duas opções no Estado: lançar candidatura própria ou apoiar Cid com a condição de ter palanque para Serra. Penaforte ainda admitiu a possibilidade de ser oposição ao Governo, em 2010. Cid, embora tenha relações históricas com o PSDB, tem o irmão Ciro Gomes (PSB) também como pré-candidato à Presidência.I

Os tucanos dividem-se entre apoiar Cid, mesmo informalmente, ou lançar candidato próprio. Para a segunda opção, embora sejam citados os deputados Marcos Cals, Raimundo Gomes de Matos, só o nome de Tasso é visto como tendo potencial para fazer frente a Cid.I

Tasso, amigo dos Ferreira Gomes, evitou comentar as críticas de Cirilo e a possibilidade, cogitada por Penaforte, de sofrer oposição do PSDB a partir de 2010. “Não é meu papel fazer comparação de governo nenhum com o meu. O PSDB é independente e terá posição independente“, ponderou Tasso.I

Todas as movimentações, ocorridas um dia antes da festa de aniversário de Tasso, poderiam transformar o evento em uma data estratégica. Momentos antes da celebração da missa, em entrevista, Tasso não descartou a possibilidade de sair candidato ao Governo e saiu pela tangente quando questionado. “Tem que ter bastante equilíbrio para ver o que é melhor para o partido e para o Ceará“. Tasso preferiu não falar de política, apesar do tom aparentemente eleitoral da festividade.I

Após celebração de missa, um abraço ou aperto de mão de Tasso foi concorrido. Recebeu uma flor de uma moradora de Pacajus, carregou meninos nos braços, tirou várias fotos com a população. Da Igreja Matriz, o senador seguiu para a Praça de Eventos, onde houve shows com Waldonys, banda Limão com Mel e a dupla Pink&Fashion.I
BASTIDORES

- O aniversário de Tasso foi no dia 15 de dezembro. De acordo com o senador, a festa ocorreu em Pacajus por sugestão do prefeito Pedro Alves (PSDB). `Ele é muito meu amigo. E resolveu ele me homenagear e nos privilegiar`.I

- A comemoração foi com uma missa e um show de forró. Foram colocados dois telões do lado de fora da igreja para a população acompanhar a missa.I

- Durante a celebração, tocou o hino nacional. Houve também a apresentação de um grupo de dança de crianças, além do hit católico: “Quem é filho de Deus levanta a mão direita/ quem é filho de Deus levante a mão esquerda/ e bate na palma da mão, bate na palma da mão”.I

- O local onde tocaram as bandas de forró ficou completamente lotado. No intervalo entre as bandas, tocava os jingles de campanhas antigas de Tasso. A queima de fogos durou três minutos. No palco, duas crianças cantaram um repente em homenagem a Tasso.I

 

Fonte: http://www.noolhar.com/opovo/politica/939023.html

FAZER UM COMENTÁRIO

Participe. Deixe seu comentário aqui