Folha Ubajarense » Avatar, por Amilton Costa
Entrevistas e Homenagens

Confira as entrevistas concedidas ao Jornal Folha Ubajarense. Em breve a sessão Homenagem Póstuma estará disponível

Ibiapaba online

Notícias da Ibiapaba:Viçosa do Ceará, Tianguá, Ubajara, Ibiapina, São Benedito, Guaraciaba do Norte e Carnaubal

Polícia

O interior do Estado do Ceará não é mais o mesmo. Violência, criminalidade e acidentes no trânsito fazem parte da rotina

Ubajaridade

A essência de ser ubajarense permanece arraigada nos habitantes dessa cidade pacata e de clima agradável

ümor

Artigos, Crônicas, Piadas. Tudo aquilo que você não precisa saber para viver com dignidade e qualidade de vida está aqui

الرئيسة » Opinião

Avatar, por Amilton Costa

أرسلت بواسطة Monique Gomes في segunda-feira, 21 dezembro 20094 تعليقات

avatarAvatar é a mais nova produção de James Cameron, o mesmo que produziu e dirigiu o mega sucesso Titanic. Mas por que Avatar chama tanta atenção?I

Assisti à estréia do filme, sala lotada,e muita coisa me impressionou.Confesso que não esperava tanto…I

Efeitos especiais espetaculares e um enredo que foge aos padrões de Hollywood. Na cabeça de James Cameron, Pandora é um planeta selvagem e habitado por humanóides azuis de 3 metros de altura. O ano é 2154, o planeta Terra passa por muitas mudanças, a raça humana já destruiu florestas,fontes e riquezas naturais. O homem,então,resolve invadir Pandora e apoderar-se das riquezas naturais. Ocorre o oposto do que estamos acostumados a ver. Agora ,é o ser humano que é o vilão, e os alienígenas são os mocinhos. Durante a sessão ouviam-se aplausos quando algum humano era derrotado ou morto. Incrível o poder de Hollywood. Ao final do filme  mais aplausos de uma platéia estarrecida.I

Nos dias atuais de Copenhague e da busca pelo equilíbrio ecológico, o filme tem uma mensagem positiva. Sejamos cautelosos, ainda somos muito selvagens. Florestas são destruídas, rios são poluídos,animais indefesos são mortos.I

Não precisa ir até a Dinamarca para saber que tudo isso acontece, basta você abrir a sua porta,andar na rua, cruzar o quarteirão.I

A serra da Ibiapaba também sofre uma metamorfose justamente quantificada pela destruição ambiental,queimadas desordenadas e poluição dos rios. Até quando ? Será preciso catástrofes para anunciar mudanças? Mortes e sofrimentos? Educação ambiental  desde a infância e incluída na grade curricular talvez seja uma alternativa,pois se não mudamos essa geração,quem sabe os adultos de amanhã serão mais conscientes.I

Fica aqui a mensagem de Avatar. E que a ambição humana não encontre consolo na destruição ambiental.I

  

 


amiltonAvatar
por Amilton Costa Dentista,Coordenador de Saúde Bucal em Ubajara, Especialista em Saúde Pública, Blogueiro
www.amiltonlive.blogspot.com

4 تعليقات »

  • Juliana said:

    Adorei a análise e principalmente a analogia com a NOSSA realidade, a nossa Serra Grande, tao ignorada. Afinal de que vale falar em consciencia ambiental nos colocando sempre muito distante do problema e nos furtando dessa responsabilidade…
    Parabéns e beijos ao amigo querido!

  • karel said:

    Infelizmente Amilton a raça humana está com os dias contados não tem mais como rverter!

  • Daniel Alves said:

    A mensagem de Avatar realmente é interessante, faz pensamor o quer ealmente estamos “construindo”. Mas ainda devemos fazer uma pergunta: A quem realmente interessa um mundo em equilibiro ambiental?” Na busca dessa resposta talves seja possivel pensar em um mundo humano.

  • Jonathan F. Gomes said:

    “Rezemos para que a raça humana jamais escape da Terra para espalhar sua iniquidade em outros lugares”. Esta frase de autoria desconhecida, além de revelar a desigualdade que o ser humano espalha no mundo, resume a sua incapacidade de lidar com o seu próprio habitat.
    Queimadas, desmatamentos, extinção de animais estão tão comuns na Serra da Ibiapaba que hoje você ver até um pássaro em um sítio é raro!
    O homem moderno caminhou rápido demais na modificação do seu tempo e espaço. É como mostra o filme “Avatar” que apesar de ser ficcionista, revela que se um dia o ser humano conquistasse outros ambientes ou então fosse para outro planeta, ele levaria consigo sua destruição, seu egoísmo, seu calculismo.

FAZER UM COMENTÁRIO

Participe. Deixe seu comentário aqui