Folha Ubajarense » Professores entram em greve
Entrevistas e Homenagens

Confira as entrevistas concedidas ao Jornal Folha Ubajarense. Em breve a sessão Homenagem Póstuma estará disponível

Ibiapaba online

Notícias da Ibiapaba:Viçosa do Ceará, Tianguá, Ubajara, Ibiapina, São Benedito, Guaraciaba do Norte e Carnaubal

Polícia

O interior do Estado do Ceará não é mais o mesmo. Violência, criminalidade e acidentes no trânsito fazem parte da rotina

Ubajaridade

A essência de ser ubajarense permanece arraigada nos habitantes dessa cidade pacata e de clima agradável

ümor

Artigos, Crônicas, Piadas. Tudo aquilo que você não precisa saber para viver com dignidade e qualidade de vida está aqui

الرئيسة » Ubajaridade

Professores entram em greve

أرسلت بواسطة Monique Gomes في quarta-feira, 3 fevereiro 20107 تعليقات

Educação é fundamental
Educação é fundamental

Ubajara. Certos da promessa de receber o dinheiro do repasse do FUNDEB na sexta, 29 de janeiro, os professores da rede municipal foram surpreendidos por uma faixa na agência bancária que divulgava o cancelamento do benefício.I

 Segundo declarações feitas pelo Prefeito Ari Vasconcelos na primeira sessão do ano da Câmara de vereadores, que aconteceu no dia 15 de janeiro, o valor do repasse é de R$ 624 mil reais. Esse montante surpreendeu os vereadores, que tinham recebido um comunicado onde o valor era de apenas 13 mil.I

 Adécio Filho, presidente do Sindicato dos servidores públicos, afirmou que sábado, 6, haverá uma assembleia geral onde será definida a greve, que tem previsão de ser oficializada na segunda, 8 de fevereiro. “Nós só queremos transparência. Ele anunciou 624 mil reais, é direito dos professores. Não estão respeitando nem uma ordem judicial”, afirmou, em entrevista a Rádio Club FM, citando ainda casos de servidores que sofreram ameaça de perder o emprego caso participasse da greve. “A lei diz que nenhum servidor deve ser substituído durante uma greve”, alertou.I

 Segundo o vereador Antônio Rodrigues, “está havendo politicagem e covardia dentro da Câmara de vereadores” – se referindo a atitude de alguns colegas diante da polêmica do FUNDEB. Até o momento ninguém soube explicar o que aconteceu com os 624 mil reais do repasse.I

 Além do protesto dos professores que aconteceu na reunião da Câmara, uma denúncia documentada feita pela vereadora Michele Sobreira acusou o prefeito de alugar o próprio carro, ou seja, o carro que a prefeitura mantém alugado seria do filho dele.I

7 تعليقات »

  • Profª Yannes Freitas said:

    Até que enfim as pessoas comoeçam a semanifestar lutando pelos seus direitos. Nada de violência ou rebelião, mas sim, reinvindicação pelo que é seu de direito. Tem coisa mais admirável do que a coragem de abrir a boca e dizer onde dói? Não é pra todo mundo certas atitudes.Mais uma vez parabenizo aos professores pela luta !!.

  • Lucilene de Sousa said:

    É professora Yannes concordo com você, quando diz que nada de violência,porém queria que todos soubessem que hoje todos os professores que estão de greve foram tratados como bandidos, alguém chamou a polícia para retirar os grevistas da frente da Escola Oscar de Oliveira Magalhães.
    O objetivo principal dos professores era uma divulgação do nosso movimento.Depois de muita conversa no meio da rua entre policía e grevistas tudo ficou esclarecido,ou seja houve um entendimento entre as partes. Vale ressaltar que o Sargento foi muito compreensivo.

  • mayara marques said:

    Pois é Lucilene, não queremos nada demais, apenas o que é nosso.Não queremos ameaças, mas sim um acordo..Já que dizem que somos baderneiros, que estasmos lutando por algo que nao existe, por que há tanta perseguição?Perseguição, pressão por parte do patrão é assédio moral.Iremos atrás de nossos direitos.Não somos covardes, somos pessoas de garras , os poucos que tem coragem de lutar.Poucos lutam, mas o benefício será pra todos. .

  • Observador said:

    Em vez do prefeito e da própria secretária está fazendo pressão emcima dos professores, deveriam se preocupar com a situação da educação.Quantas vezes neste período de greve , senhora secretária vc já esteve aqui, mas só pra nos pressionar.Falando besteiras e ameaças.Venha pro sertão, mas olhe nossa situação.A escola do furnalhão, não é arrumadinha não.Porque vcs não fazem uma pintura na escola?Vale mais do que está pagando advogado pra defender uma causa errada de vcs.

  • Adécio said:

    Caros companhiros, estimados professores e supervisores. Não podemos mais deixar que nosso direito seja desrespeitado. Não podemos mais admitier perseguições.
    O senhor Prefeito Ari de Oliveira Vasconcelos, como uma forma de retalhação a nossas manifestações cortou o descontos em folha da contribição dos filiados do sindicato. Além de baixar uma portaria ameaçãndo de cortar os salários dos professores que entraram em greve. Que democracia é esta, que o mesmo defente em seus discursos. Tenho plena convicção que isto é apenas demagogia. Não podemos nos desanimar. O que queremos é apenas os nossos direitos. Vamos a luta. Pois o que é nosso niguem tira. O Juiz do Trabalho da 29° Vara de Tianguá, já mandou por varias vezes o prefeito pagar os nossos direitos. Mais não o entendo, o mesmo só pode ter um rei na barriga, pois não respeita niguem nem mesmo ordem judicial. É hora de revermos nossos conceitos e valores. Pois existem princípios basilares a um estado democrático de direito que estam sendo desrespeitados pelo senhor prefeito. Hora, caros leitores, além disso não podemos esquecer das ameaças que estamos sofrento, tanto por parte do senhor Prefeito Ari de Oliveira VAsconcelos, como por parte da senhora sec. de Educação Adenir. Estas ameças, todas infundadas monstram a cara de cada um deles. O que queremos senhores gestores não é um imbate, mas sim uma negociação respeitando todos os principíos de nossa democracia.

    Força!!!

  • Estefani Feitosa said:

    (Proibição de discriminação por motivo de greve)
    1. Os trabalhadores não podem sofrer qualquer discriminação por motivo de adesão ou não a uma greve, declarada em conformidade com a lei.
    2. É proibido todo o acto que vise despedir, transferir ou por qualquer modo prejudicar o trabalhador por motivo de adesão ou não a uma greve.
    3. É nulo e de nenhum efeito o acto praticado em violação do número anterior.
    Infelizmente muitos nao tem a coragem de se manifestar , por medo ou mesmo por serem leigos de seus DIREITOS E DEVERES DE CIDADAO…
    Realmente é uma grande caso a ser questionado :”Quais os prejuízos para a Educação? ”
    O Sr. prefeito deveria fazer essa analise e ver o quanto a educaçao esta sendo prejudicada.
    Os professores que aderiram a greve estao de PARABENS!Lutam por seus DIREITOS e nada mais JUSTO! Afinal de contas vivemos num pais democratico, e o cidadao de verdade é esse que vai em busca do que é correto!

    “A democracia tem necessidade de justiça, enquanto a aristocracia e a monarquia podem passar bem sem ela.”
    (Edgar Quinet)

  • vicente said:

    galera deixem de confusao e vao trabalhar que e o melhor que todos vcs faz!!

FAZER UM COMENTÁRIO

Participe. Deixe seu comentário aqui