Folha Ubajarense » Faceleu aos 83 anos o ubajarense João Ribeiro Lima
Entrevistas e Homenagens

Confira as entrevistas concedidas ao Jornal Folha Ubajarense. Em breve a sessão Homenagem Póstuma estará disponível

Ibiapaba online

Notícias da Ibiapaba:Viçosa do Ceará, Tianguá, Ubajara, Ibiapina, São Benedito, Guaraciaba do Norte e Carnaubal

Polícia

O interior do Estado do Ceará não é mais o mesmo. Violência, criminalidade e acidentes no trânsito fazem parte da rotina

Ubajaridade

A essência de ser ubajarense permanece arraigada nos habitantes dessa cidade pacata e de clima agradável

ümor

Artigos, Crônicas, Piadas. Tudo aquilo que você não precisa saber para viver com dignidade e qualidade de vida está aqui

الرئيسة » Ubajaridade

Faceleu aos 83 anos o ubajarense João Ribeiro Lima

أرسلت بواسطة Monique Gomes في terça-feira, 25 maio 201012 تعليقات

I06 jan 1927 - 25 mai 2010I

No dia 6 de janeiro de 1927 nascia em Ubajara o menino João Ribeiro Lima. Filho de Juventina Perdigão e Flávio Ribeiro Lima, teve mais 16 irmãos. Nesse período, muitas crianças não resistiam e morriam com poucos dias de vida. Foi o que aconteceu com a família Ribeiro, que aos poucos perdeu 15 dos seus 17 filhos.I

Mas João Ribeiro se desenvolveu, assim como o seu irmão, Humberto. E foi aos 8 anos de idade que ele começou a trabalhar no comércio do pai, em Olinda, uma comunidade distante a poucos quilômetros de Ubajara. Foi lá que sua família morou por três anos.I

Em seguida, seu pai se desfez do comércio para lidar na agricultura, atividade que vinha prosperando no município – e a família se mudou para uma nova casa, no Sítio Paus Altos, em Ubajara. E o menino João arava a terra, plantava e ajudava na colheita, além de levar o alimento dos trabalhadores.I

Na década de 40, não havia escolas em Ubajara. Os irmãos João e Humberto tinham aulas em casa com a própria mãe, Juventina Perdigão. Alguns ubajarenses, movidos pela sabedoria e pelo prazer de ensinar, ofereciam aulas em suas casas. Foi assim que João Ribeiro concluiu os estudos, indo à pé, todos os dias, do sítio para o centro da cidade, seguido pelo pai, a cavalo.I

O clima em Ubajara era extremamente frio. No período de inverno era de costume as famílias se afastarem da cidade até o verão chegar, seis meses depois. A Família Ribeiro passou alguns desses invernos no Piauí e outros no Sítio Jaburu. Não havia energia elétrica e nenhum meio de comunicação como televisão ou rádio. Para evitar desperdício, os alimentos eram conservados em sal grosso.I

Mesmo com aspecto de férias, o retiro das famílias no período de inverno era também de muito trabalho. O pequeno João ajudava na lida de casa, tirava leite da vaca, combatia a praga das plantações e cuidava dos animais. Nos finais de tarde, se juntava com seu irmão Humberto e fazia arapucas para pegar os preás, onde tinham muitos.I

No ano em que o rádio chegou, fez a alegria geral. Movido por baterias enormes – enquanto uma funcionava, a outra ficava pegando carga – o rádio era o entretenimento cultural de todos os dias. Do lado de fora da casa, uma antena gigantesca fazia parte do cenário familiar: só assim o bendito rádio funcionava… À noitinha, a família inteira se reunia na sala com os vizinhos para ouvir os programas e as notícias do Brasil e do mundo.I

Aos 18 anos, incentivado pelas experiências que teve quando criança com o pai, João Ribeiro montou sua própria loja no centro da cidade, a Casa de Variedades Ltda. Com muito trabalho e dedicação, em apenas um ano conseguiu cobrir as despesas do investimento inicial: 10 contos de réis que pediu emprestado a um amigo. Hoje, 63 anos depois, os frutos do seu trabalho são notórios. Em 1957 casou-se com Maria Antonieta e desse enlace matrimonial nasceram três filhos.I

Esse é João Ribeiro Lima, um ser humano que teve a grandeza e a dignidade de vencer na vida com o suor do seu trabalho. Um homem com princípios baseados no respeito ao próximo e vínculos familiares, honesto, trabalhador.I

I*** Texto preparado para a ocasião da comemoração dos 80 anos do Sr. João Ribeiro Lima. Redação de Monique Gomes. Colaboração de Humberto Ribeiro Lima

12 تعليقات »

  • Fernando César said:

    Falta-me palavras nesse momento, o que sei é que esse cidadão merece todas as homenagens possíveis e impossíveis. Um grande líder, um grande chefe. Um grande homem.
    Que Deus conforte os corações de todos que amavam João Ribeiro Lima.

    Fernando César

  • Alexandre said:

    Com muita tristeza e pesar expresso meus sentimentos pelo falecimento de Nosso João Ribeiro Lima, conhecido carinhosamente como Sr Joãozinho. Nossa Ubajara tem perdido pessoas que fizeram histórias e contruíram cada um ao seu modo nossa cidade com amor e dedicação, tais como Maria Lira, Eunice Cavalcante e hoje o inlustre João Ribeiro. Fica aqui marcado a tristeza de perder tantas pessoas firmes e que de uma certa forma doaram suas vidas pelo nosso progresso. A alegria é fazer presente o que disse Jesus:”Se o Gão de trigo caído na terra não morrer, ele fica só, mas se morrer produz muitos frutos”. Descansem em paz!!!

  • marcos augusto said:

    UM GRANDE HOMEM,LIDER,HUMANO COM CORACAO BONDOSO;O MITO JOAO RIBEIRO LIMA NOS DEIXOU.
    MUITO ME ORGULHO DE TRABALHAR DO SEU LADO
    SUA FAMILIA MERECE MUITA PAZ E HARMONIA
    DEUS ESTEJA COM ELE

  • BILU said:

    UMA PESSOA HUMANA QUE SOUBE AJUDAR O PROXIMO,SAUDADES E GRATIDÃO ETERNA.

  • Alex Freitas said:

    Sou filho adotivo de Ubajara e desde que aqui “aportei” tenho feito constante pesquisa sobre nossa rica história. cultura e população e mesmo não o conhecendo pessoalmente fico entristecido por tão grande perda. Peço a nosso Senhor Deus que conforte amigos e familiares e que mantenha este tão ilustre ubajarense em sua memória.

    Um humilde e sincero até breve Senhor João Ribeiro Lima.

  • Vigevando Araújo de Sousa said:

    Um grande exemplo de perseverança e dedicação ao trabalho. Ubajara, perde um grande cidadão! Minhas condolências a família de João Ribeiro Lima!

  • Francivaldo Romao said:

    Um reserva morar que tinhamos na Ibiapaba uma íntegro e correto comerciante exemplar a nossa Ubajara fica mais pobre de homens coretos mais o ceu recebe mais um homem que só plantou o amor e a união aqui na Terra meus sentimentos a sua familia. e a sociedade de Ubajara.

  • Alciides Neto said:

    Um ser humano que teve a grandeza e a dignidade de vencer na vida com o suor do seu trabalho. Um homem com princípios baseados no respeito ao próximo e vínculos familiares, honesto, trabalhador.I

    Estas palavras resume a vida deste Ibiapabano que trabalhou muito pelo progresso desta terra. minhas condolências a familia .

  • Raimundo Magalhães said:

    Meus sinceros sentimentos aos familiares do ilustre
    ubajarense JOÃO RIBEIRO LIMA, que faleceu no início
    desta semana.

    Raimundo Magalhães

  • Adrovando said:

    Terça à noite estive no velório do Sr. João Ribeiro Lima quando fui abordado por um representante da politica ubajarense que talvez ali estivesse não com os mesmos propósitos que eu. Me cumprimentou com aquele interesse peçonhento e disse que a Ubajara perdia um homem importante. Me aliviei um pouco daquele sentimento de conforto que carregava comigo para doá-lo aos parentes que ali se encontravam e retruquei: “Não, ubajara nao perdeu um homem importante, pois simplesmente ele nao era importante, era uma pessoa simples, humilde, honesta e de uma moral que deveria servir de exemplo para esses políticos profissionais”. Ele me olhou como se nao tivesse entendido nada e deu meia volta e saiu. Também né, o que deveria se esperar!

    Aproveito a oportunidade para reafirmar um carinho muito grande que tenho por esse cidadão e que esse exemplo por ele deixado possa contagiar todos e nos transformem em ser humanos melhores.

  • INFORMATIVO said:

    PODEMOS DAR A ESTE CIDADÃO, TODOS OS ADJETIVOS, QUE MOSTREM SEU CARATER HONROSSO E AINDA SERÁ POUCO. COM A MORTE DO ILMO. SR. JOÃO RIBEIRO LIMA, FIQUEI A PENSAR. SERÁ QUE SE FOI O ULTIMO DOS MOICANOS, NO SENTIDO DE CIDADÃO EXEMPLAR? NÃO. AINDA EXISTEM ALGUNS POUCOS. MAS QUANDO ESTES POUCOS QUE AINDA EXISTEM SE FOREM. O QUE SERÁ DA SOCIEDADE UBAJARENSE?

  • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk said:

    Como é que paga ele é com moeda do ceu kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk(podem mi criticart isso é livre

FAZER UM COMENTÁRIO

Participe. Deixe seu comentário aqui