Folha Ubajarense » A carência de lazer dos ubajarenses é uma realidade
Entrevistas

Confira as entrevistas concedidas ao Jornal Folha Ubajarense. Em breve a sessão Homenagem Póstuma estará disponível

Ibiapaba online

Notícias da Ibiapaba:Viçosa do Ceará, Tianguá, Ubajara, Ibiapina, São Benedito, Guaraciaba do Norte e Carnaubal

Polícia

O interior do Estado do Ceará não é mais o mesmo. Violência, criminalidade e acidentes no trânsito fazem parte da rotina

Ubajaridade

A essência de ser ubajarense permanece arraigada nos habitantes dessa cidade pacata e de clima agradável

ümor

Artigos, Crônicas, Piadas. Tudo aquilo que você não precisa saber para viver com dignidade e qualidade de vida está aqui

الرئيسة » Ubajaridade

A carência de lazer dos ubajarenses é uma realidade

أرسلت بواسطة في domingo, 4 julho 20103 تعليقات

Neste sábado, dia 03 de julho, a Orquestra Filarmônica Estrelas da Serra, da cidade de Croatá, realizou uma apresentação musical com repertório bem eclético em Ubajara, na Praça da Igreja Matriz de São José. O grupo é formado por 35 crianças e adolescentes, que são patrocinados pela empresa de viagens Guanabara.I 

É lamentável que eventos como esses sejam tão raros. Ubajara, assim como muitas cidades da Ibiapaba, é extremamente carente de espaços de lazer. Não existe vida noturna que não seja bar ou restaurante. É muito comum ver os jovens de bobeira nas praças. A conversa com os amigos é uma prática saudável, mas é preciso oferecer mais. Não existe incentivo à cultura em Ubajara. Não existe práticas esportivas, cinema, teatro, ou seja, o lazer é zero.I

Essa mesmice, esse esmorecimento e essa ociosidade levam os jovens ao casamento precoce, ao consumo de álcool e às vezes drogas. O casamento precoce traz desde cedo a responsabilidade de uma família para o jovem. Quando ele deveria estar concluindo os estudos e se preparando para o mercado de trabalho, está batalhando para manter o sustento da casa. Muitos desistem de estudar porque o trabalho é prioridade. O consumo de álcool é um prática quase inevitável, uma vez que o único lazer disponível são os bares. Seria injusto acusá-los de irresponsáveis, pois eles tiveram a oportunidade abortada.I

As drogas são outro agravante dessa mesmice da vida noturna. Há algum tempo alucinógenos como a maconha era considerada um problema. Bons tempos aqueles. Hoje todos sabem que o crack é o bicho papão do mundo moderno. Um real é o custo de uma pedra que pode causar vício e dependência imediatos. Um viciado em crack é capaz de qualquer coisa para conseguir uma pedra, e depois outra e mais outra.I 

É preciso que sejam criados espaços para a melhoria da qualidade de vida da população, e que todos sejam consultados, participem dessa construção, porque o objetivo deve ser condizente com os anseios de todos.I 

Pela luta contra a segregação social
Da Redação, Monique Gomes

3 تعليقات »

  • Xisto said:

    Oi Munique
    Muita Paz

    Parabéns, em poucas palavras você disse tudo, realmente é tedioso, que pena, principalmente, para aqueles jovens que os pais não podem encaminhá-los aos grandes centros. Vamos vibrar e trabalhar para que com nossa pequena parcela de contribuição possamos fazer algo..Abraços

  • Alex de Siqueira Freitas said:

    Olá Monique!

    Seria uma completa loucura e cegueira não concordar com seu artigo, basta termos um pequeno contato com nossa juventude que colhemos deles o teor do que escreveste – frustração, tédio e desesperança. Temos também notado que muitos aguardam que autoridades municipais , estaduais e federais resolvam o problema. Mas é digno de nota o fato que que a população pode e deve tomar medidas e me refiro a medidas simples – não ser tão permissivo com a demolição do grêmio, aproveitar os mais de 10.000.000 liberados em editais de fomento a cultura, distribuidos em categorias que vão desde o cinema até a dança. Esta orquestra filarmônica de croatá foi formada por pessoas comuns, o maestro foi meu aluno e pude acompanhar seu esforço em levar estes meninos até onde estão hoje. Precisamos de iniciativas como estas, precisamos que a população sai da possição de observador para a posição de agente modificador e construtor de uma nova realidade. Espero que seu artigo seja um ponta pé inicial. Você está de parabéns.

  • Monique Gomes (author) said:

    Obrigada.Vou continuar mostrando situações como estas, e vocês podem contribuir com dicas de pauta para as matérias

FAZER UM COMENTÁRIO

Participe. Deixe seu comentário aqui