Folha Ubajarense » Os perigos na estrada, por Monique Gomes
Entrevistas e Homenagens

Confira as entrevistas concedidas ao Jornal Folha Ubajarense. Em breve a sessão Homenagem Póstuma estará disponível

Ibiapaba online

Notícias da Ibiapaba:Viçosa do Ceará, Tianguá, Ubajara, Ibiapina, São Benedito, Guaraciaba do Norte e Carnaubal

Polícia

O interior do Estado do Ceará não é mais o mesmo. Violência, criminalidade e acidentes no trânsito fazem parte da rotina

Ubajaridade

A essência de ser ubajarense permanece arraigada nos habitantes dessa cidade pacata e de clima agradável

ümor

Artigos, Crônicas, Piadas. Tudo aquilo que você não precisa saber para viver com dignidade e qualidade de vida está aqui

الرئيسة » Opinião

Os perigos na estrada, por Monique Gomes

أرسلت بواسطة Monique Gomes في segunda-feira, 2 agosto 20107 تعليقات

O acidente no trânsito está na lista como segundo maior problema de saúde pública no Brasil, e fica em terceiro lugar em causador de óbitos. Mais de 80 pessoas por dia morrem de acidente no trânsito, segundo o DETRAN.  O automóvel é uma espécie de arma que, quando mal conduzida, pode disparar incessantes balas de metralhadora.I

Quem dirige sabe que não basta guiar bem. É preciso ficar atento ao erro dos outros motoristas. A prudência diz que nenhuma emergência justifica uma ultrapassagem em faixa contínua, pois aquele que recebeu treinamento para conduzir o veículo sabe que essa indicação significa que nenhuma ação é segura. O ganho de tempo entre 5 ou 10 minutos em uma ultrapassagem indevida pode ter uma perda irrecuperável como a vida do infrator e transeuntes.I

A penalidade prevista para crimes no trânsito não está bem definida no Código penal, os casos são julgados como crime por homicídio doloso ou culposo. No entanto, mais importante que qualquer coisa, é necessário que as medidas sejam preventivas. O poder público deve promover campanhas, mas essa responsabilidade é essencialmente dos motoristas.I

Uma atitude inteligente que pode ajudar a prevenir acidentes e evitar óbitos no futuro é a alteração no Código Brasileiro de Trânsito que foi feita esse ano. A lei torna obrigatória a realização de aulas noturnas para a aquisição da carteira de habilitação. Por experiência própria, achei louvável. Não tenho vergonha de dizer que a primeira vez em que eu dirigi à noite pela estrada afora tive que tomar uma dose de cachaça quando cheguei em casa pra poder me acalmar (camomila tava em falta). Guiar um veículo à noite tem outras técnicas. Os perigos são os mesmos de guiar durante o dia, acrescidos de outros: você acende a luz alta habitualmente e tem o cuidado de baixar sempre que outro carro passa por você, mas os outros nem sempre tem o mesmo cuidado. É preciso fixar os olhos em um ponto que não seja a luz incandescente dos faróis, caso contrário o seu carro pode ser facilmente desgovernado.I

O fato de guiar com chuva forte também é um diferencial, mas daí cada um deve ser responsável pela segurança – sua e dos outros. Basta apenas guiar com cautela e parar em algum lugar, em casos de chuvas torrenciais. Até porque se houver outra lei obrigando aulas para dirigir com chuva, teriam que criar uma cidade fictícia, com chuvas artificiais e simulação instantânea de luz e escuridão para o dia e a noite…I

Além desses e outros deslizes comuns no trânsito, os pedestres, especialmente aqui na Serra da Ibiapaba, transitam na beira da estrada, que é extremamente estreita. É muito comum presenciar os moradores sentados na pista, batendo papo com os familiares naturalmente, como se aquela ação não oferecesse perigo algum.I

 


Os perigos na estrada, por Monique Gomes
,  Jornalista socioambiental pela DW Akademie, formada em Turismo e Hotelaria pela UVA, estudante de Letras com hab. em Português pela UFPB, repórter fotográfica, redatora e Editora do Jornal Folha Ubajarense.I

7 تعليقات »

  • nonato silva said:

    minha jovem, nao se trata so escrever palavras bonitas, e bem escrita,e mesmo de falar, que colegio ou cueso vc esta cusando, vc tem que entender qui hoje vc faz ou e aemprensa, que e o segundo poder do mundo, poriso vc nao pode ta falando esta coisas, vc tem que mostra e revindica,e ser a voz do povo, poriso mostre a rodovia que diaramente mata os nossos entes queridos, pricipalmente as da serra grande nao se esquesendo das ladeiras que todos os dia tem acidentes gravissimo,esse e realmente o papel da emprensa local,obrigado

  • Monique Gomes (author) said:

    Olá, Nonato. O que eu me propus a escrever foi apenas um artigo de opinião e não uma matéria sensasionalista. Não vou chingar o governo poque motoristas dirigem embriagados e cometem infração no trânsito e além do mais, o alargamento da estrada está sendo viabilizado através do Ministério do Turismo. Quanto aos colégios e cursos, é comum essa prática de informar os créditos do autor do texto, como por exemplo, a formação dele. Caso você queira escrever algo, envie para a Redação no email folhaubajarense@yahoo.com.br anexando uma foto e seus créditos.

  • nonato silva said:

    oi jovem moniqui, o deu para aparecer a qui nesta cidade,e que nao presisa de credito ou merito, sim ter dinheiro ou ser currupto,ainda te que ver e ouvir,apropria populaçao apoiar os corruptos,vc pode acredirar que populaçao sabe que estar errada,e vai continuar no erro,agora com relaçao ou transito das rodovias eu me recuzo a discuti esse assunto com vc, porque com todos seus creditos,eu sou um graduado em policia, poriso eu tenho por formaçao saber tudo de transito,e minha opiniao e que folta extrutura das proprias rodovias para trafegar com meu veiculo,que pago ipva caros, e mais estou pensando e embora de sua cidade

  • Professor Vigevando said:

    Carísssimo Nonato:
    Eu concordo plenamente que sejam colocados os créditos e a formação das pessoas que redigem artigos de opinião, pois dá maior autoridade ao texto. Isto é, quando o leitor torna-se conhecedor da formação intelectual do autor o seu texto para a ter uma maior credibilidade.

  • Professor Vigevando said:

    É importante saber da formação intelectual do autor dos textos, pois através do nível de escolaridade atribui-se maior ou menor autoridade ao argumento produzido no texto… Só fala com autoridade quem conhece….

  • ulian said:

    graduado em policia!!!!!!
    sem comentários

  • Comuindade São Lourenço said:

    A Comunidade de São Lourenço está fazendo uma reclamação ao gestor prefeito Ari devido as caçambas que estão trafegando na estrada e devido a chuva estragou os dois caminhos e impedindo o ônibus escolar de descer e pegar os alunos e que tome as providências.

FAZER UM COMENTÁRIO

Participe. Deixe seu comentário aqui