Folha Ubajarense » Parque Nacional de Ubajara hospeda testemunha viva da ação do homem
Entrevistas e Homenagens

Confira as entrevistas concedidas ao Jornal Folha Ubajarense. Em breve a sessão Homenagem Póstuma estará disponível

Ibiapaba online

Notícias da Ibiapaba:Viçosa do Ceará, Tianguá, Ubajara, Ibiapina, São Benedito, Guaraciaba do Norte e Carnaubal

Polícia

O interior do Estado do Ceará não é mais o mesmo. Violência, criminalidade e acidentes no trânsito fazem parte da rotina

Ubajaridade

A essência de ser ubajarense permanece arraigada nos habitantes dessa cidade pacata e de clima agradável

ümor

Artigos, Crônicas, Piadas. Tudo aquilo que você não precisa saber para viver com dignidade e qualidade de vida está aqui

الرئيسة » Ubajaridade

Parque Nacional de Ubajara hospeda testemunha viva da ação do homem

أرسلت بواسطة Monique Gomes في quinta-feira, 31 março 20114 تعليقات

Ela foi vítima e ao mesmo tempo testemunha da ganância do homem nas idades mais remotas da civilização brasileira. Presenciou a vida e os costumes dos povos indígenas. Participou do domínio dos portugueses no terreno brasileiro. O ano era 1515, uma época em que não havia nenhum tipo de manejo florestal ou preocupação em preservar o meio ambiente. Nome científico: Caesalpinia echinata, mas todos a conhecem como Pau-Brasil, árvore majestosa que mede até 15m de altura, com generosas folhagens e tronco avermelhado.I

 Segregadas pelo desmatamento desenfreado, as florestas de pau-brasil foram o registro da primeira atividade econômica dos portugueses em território brasileiro. Das árvores eram extraídas a brasileína, um pó avermelhado para o tingimento de tecidos, enquanto a madeira era propícia para a fabricação de móveis. Portugal, que antes adquiria a brasileína por intermédio dos mercadores que vinham do Oriente, visualizando um futuro promissor pela frente, tornou a exploração do Pau-Brasil posse exclusiva da Coroa.I

Os índios eram facilmente convencidos a trabalhar na extração das árvores, pois o homem branco, se aproveitando da ingenuidade deles, os seduziam com presentes, quinquilharias ou objetos como espelhos, facões, machados, entre outras coisas, como forma de pagamento.I

O pau-brasil era considerado extinto, quando em 1928 verificou-se a existência de uma árvore na Estação Ecológica da Tapacurá, em Pernambuco.I

O Parque Nacional de Ubajara, unidade de conservação na Serra da Ibiapaba, mantém algumas dessas testemunhas vivas no Centro Administrativo do Instituto Chico Mendes da Biodiversidade – ICM BIO. Lá, os visitantes podem apreciar o paisagismo das majestosas árvores e vivenciar a História do Brasil. Redação de Monique Gomes para o Jornal Folha Ubajarense.I

4 تعليقات »

  • Wescley Ânderson Pereira Rodrigues said:

    Parabéns Monique pela matéria, essas coisa tem que ser divulgadas para o conhecimento da população, pois eu mesmo não tinha ciência da existência de Pau-Brasil aqui em Ubajara.

  • gessyca said:

    gostaria de saber, se o parque nacional de ubajar ja esta funcionando

  • Monique Gomes (author) said:

    Olá, Gessyca. O teleférico, equipamento que desce os bondinhos até a Gruta de Ubajara, atualmente está em manutenção. Se você está pensando em conhecer a gruta, espere um pouco mais para viajar, ou então venha e conheça outros atrativos, como a Trilha da Gameleira, um excelente passeio em família, um abraço

  • Desculpe a sinceridade « Blog da Monique said:

    [...] através da internet, as belezas do Parque Nacional de Ubajara. Como exemplo, preparei a matéria Parque Nacional de Ubajara hospeda testemunha viva da ação do homem, notícia que informa a existência da árvore pau-brasil no Parque. Tudo é notícia. Uma galinha [...]

FAZER UM COMENTÁRIO

Participe. Deixe seu comentário aqui