Folha Ubajarense » Crime ambiental revela caverna no Sítio Santa Luzia
Entrevistas e Homenagens

Confira as entrevistas concedidas ao Jornal Folha Ubajarense. Em breve a sessão Homenagem Póstuma estará disponível

Ibiapaba online

Notícias da Ibiapaba:Viçosa do Ceará, Tianguá, Ubajara, Ibiapina, São Benedito, Guaraciaba do Norte e Carnaubal

Polícia

O interior do Estado do Ceará não é mais o mesmo. Violência, criminalidade e acidentes no trânsito fazem parte da rotina

Ubajaridade

A essência de ser ubajarense permanece arraigada nos habitantes dessa cidade pacata e de clima agradável

ümor

Artigos, Crônicas, Piadas. Tudo aquilo que você não precisa saber para viver com dignidade e qualidade de vida está aqui

الرئيسة » Ubajara

Crime ambiental revela caverna no Sítio Santa Luzia

أرسلت بواسطة Monique Gomes في segunda-feira, 11 julho 201113 تعليقات

UBAJARA. A construção da Praça da Juventude, próxima ao Bairro Sebastião Gomes Parente, está sendo alvo de polêmicas. Para execução da obra, a Prefeitura aterrou um córrego importante para o percurso dos rios. Além desse fato, o material para o aterramento foi retirado em uma comunidade do Sítio Santa Luzia causando grande devastação. No momento da retirada, os moradores descobriram uma enorme caverna. Sem autorização do Ibama e nenhuma comunicação ao ICM Bio do Parque Nacional de Ubajara, a caverna foi soterrada. Confira a reportagem de Júnior Diniz abaixo:I

.

13 تعليقات »

  • silvio said:

    Cadê a assessoria desses Homens públicos?

  • Anderson said:

    Não acharam os prefeitos?

  • pedro said:

    o correwgo nao foi atteado muito menos desvidado presta mais atençao junior diniz porque vc saiu da tv diario e verdes mares kkkkk

  • felipe sousa said:

    houve um equivoco tanto da reportagem do Junior Diniz quanto da sua Monique: o material usado para o aterramento nao foi retirado da Santa Lusia e sim do terreno localizado no SITIO SAO LOURENÇO!!!!

  • Josy said:

    Eu, hein! Fiscais de férias? Isso ai não jnustifica. Se estão de férias é obrigação de ter pessoas qualificadas trabalhando enquanto esses profissionais tiram férias. Outra coisa, sempre quando acontece algum problema é muito dificil alguém de prefeitura querer falar a respeito. Não apenas aqui, mas isso acontece em muitos outros lugares. Isso é Brasil, isso é uma vergonha para o povo brasileiro. Muito triste isso.

  • Antonio M. Oliveira said:

    Independente de ter sido no São Lourenço ou na Santa Luzia, o certo é o absurdo da situação. Este aterro é uma afronta a quem paga imposto, ou seja , todos nós.

  • Andréia said:

    Depois dessa degradação aqui no Sítio São Lourenço, com período de chuvas poderá ocorrer o desmoronamento da barreira, compromentendo as margens do rio que está bem próximo, prejudicando assim os moradores.

  • Felipe Sousa said:

    É engraçado que a prefeitura gastou muito dinheiro (quer dizer, o dinheiro dos nossos impostos) para a construção da ponte que fica em cima desse rio e que está próximo do local da barreira. Com o peso das caçambas que transportavam o barro e do trator alugado pela prefeitura que trafegaram na estrada e passavam em minuto em minuto por cima dessa ponte, consequentemente hoje essa ponte está toda rachada!!! Não vai demorar muito tempo pra essa ponte também qualquer hora desabar!
    Antes, Ubajara era conhecida pelas paisagens turísticas e pela frase: “Bonita pela própria natureza”. Hoje parece até irônica essa frase, pois a prefeitura atual está acabando com a nossa natureza!!!

  • Rafael Amancio said:

    É pura tristeza, pensar que uma região tão favorecida pela natureza ( em contraste com nossas paragens cearenses, em grande parte, ressequidas e empobrecidas ), encontra-se na mão de políticos que monopolizam as decisões acerca do futuro de seus concidadãos, afetados diretamente pelas suas ações.
    O grotesco “esfarinhamento” desta área, é no mínimo um ato impensado; soterrando o que poderia ser um campo de estudo para a geologia e a arqueologia/paleontologia; e a estabilidade biológica,climática e geológica da circunvizinhança. Certamente a população local é que irá arcar com as conseqüências da construção desta praça.
    Mais incrível é pensar que ainda encorajam-se ( eles, os administradores ) no contra-fluxo da preservação ambiental, mesmo sabendo que; independente se na pequena ou na grande escala; os impactos naturais estão diretamente engastados em fatores relativos à nossa própria sobrevivência.
    Graças a insanidade dos governantes, concordamos com as palavras do grande escritor estaduniense, Henry Thoureau, um dos pais da ideosfera anaquista : “O melhor governo é aquele que menos governa !”

  • gomes said:

    Só queria saber por que o filho do prefeito responde por ele na sua
    ausência será que existe nepotismo?

  • Cesar said:

    A verdade é que a Secretaria de Obras do nosso município não tem nenhum respeito pelo percurso dos rios. Após soterrar o córrego no terreno onde está sendo construída a praça e um possível desabamento da barreira prejudicando o rio do São Lourenço, me lembrou muito o que aconteceu no ano passado com a ponte do Bairro Nossa Senhora de Lourdes que depois de ter sido restaurada, desabou, prejudicando o leito do rio com o lamaçal. Além disso, com as fortes chuvas, os anéis da estação de esgoto que fica ao lado da ponte foram levados e o esgoto foi despejado no rio.
    Ao realizar as obras, a Secretaria de Obras deveria ter uma maior atenção às nascentes dos rios, pois todos acabam desaguando no açude Jaburu. Todo ano a mesma situação se repete…
    Já deu pra perceber que as obras da Prefeitura de Ubajara, ou prejudicam a natureza, ou correm o risco até de fazer vítimas (como aconteceu com a quadra esportiva da Escola Luis Ribeiro da Jaburuna que desabou depois de ter sido inaugurada).

  • Informativo said:

    Essa administração não respeita a natureza mesmo. Alguém pode me dizer se eles tinham altorização para desmatarem um terreno que fica por detras da casa da mãe do Sr. Ivan Pereira. Eu tenho minhas duvidas.

  • Eduardo said:

    Que coisa horrível…

FAZER UM COMENTÁRIO

Participe. Deixe seu comentário aqui