Folha Ubajarense » Faxina ética no Brasil – Será?, por Pedro Venturini
Entrevistas e Homenagens

Confira as entrevistas concedidas ao Jornal Folha Ubajarense. Em breve a sessão Homenagem Póstuma estará disponível

Ibiapaba online

Notícias da Ibiapaba:Viçosa do Ceará, Tianguá, Ubajara, Ibiapina, São Benedito, Guaraciaba do Norte e Carnaubal

Polícia

O interior do Estado do Ceará não é mais o mesmo. Violência, criminalidade e acidentes no trânsito fazem parte da rotina

Ubajaridade

A essência de ser ubajarense permanece arraigada nos habitantes dessa cidade pacata e de clima agradável

ümor

Artigos, Crônicas, Piadas. Tudo aquilo que você não precisa saber para viver com dignidade e qualidade de vida está aqui

الرئيسة » Opinião

Faxina ética no Brasil – Será?, por Pedro Venturini

أرسلت بواسطة Monique Gomes في terça-feira, 30 agosto 20115 تعليقات

Já faz tempo que todos os dias nos deparamos com notícias em diversos meios de comunicação sobre escândalos na política. E este ano, ocorreu então, um fenômeno “nunca antes visto na história do país”, a chamada “faxina” dos Ministérios, feita pela presidente do Brasil, Dilma Rousseff. A partir daí, algumas perguntas surgem.I

 Por que esperamos tanto para ver Ministros acusados de corrupção, o excelentíssimo que viu sua família enriquecer na ordem de 86.000% e o menos competente cujo patrimônio elevou-se “apenas” vinte vezes serem afastados? Ela perdeu o controle sobre o seu time (hipótese em que a consideramos com menor autoridade frente a seus antecessores), ou está fazendo o que muitos já deveriam ter feito no passado (opção que mostra eficiência da nossa presidente no combate contra os corruptos)? O que está acontecendo exatamente e por quê agora?I 

 O fato é que quatro grandes autoridades do país saíram e mostraram, por um motivo ou outro, que não estavam aptos a ocupar os seus cargos.I 

 A base aliada defende o pulso forte nas decisões, mas ao mesmo tempo teme uma relação menos cordial de Dilma, quando a comparamos com o seu “padrinho” Lula. Os opositores dizem que o pulso está fraco na verdade, mas sabem que as medidas desestabilizam o Governo a seu favor, a ponto de discutirmos hoje, no 2º semestre de governo Dilma e há três anos para as próximas eleições presidenciais, sua possível ou impossível reeleição. Certamente não seria o momento em outras épocas!I

 Muitos criticam a discussão Oposição x Situação, afirmando que existem coisas mais importantes para os governantes se preocuparem. Basta olhar para a recente crise da dívida americana, sobre a qual Democratas e Republicanos, em uma verdadeira briga de foices, esqueceram de seus representados em prol dos interesses dos respectivos partidos. As críticas são válidas, mas não muito aplicáveis no Brasil. Há muito tempo o governo (base e oposição) tem o consenso em muitos pontos como por exemplo, o de que o país deve fugir a qualquer custo da inflação, ou de que vamos crescer com o fortalecimento da classe média como estamos crescendo hoje e como foi nos mesmos Estados Unidos nas décadas de 50 e 60. A prova disso é a estabilização dos preços e o enriquecimento dos menos favorecidos, tanto no governo FHC, quanto no governo Lula e a continuidade deste pensamento no governo Dilma.I

 Se em Brasília há um “macro-consenso” e a economia vai bem comparada a dos EUA, e principalmente da Europa, nos ocorre outra pergunta: O que está faltando?I

 O Brasil simplesmente não pode aceitar pessoas despreparadas e sem o profissionalismo necessário para administrar um país de dimensões continentais; não pode cobrar a mesma carga de impostos da Noruega, se os serviços públicos prestados nos dois países são incomparáveis (afinal, para onde vai todo esse dinheiro?); deve-se aplicar punições severas aos corruptos; todos os brasileiros, governantes ou civis, devem se mobilizar contra a corrupção, a exemplo dos indianos.Em suma, devemos basear nossas ações em princípios éticos. “Não existe a maneira certa de se fazer o errado!”I

 Enquanto a cultura do nosso país não se fortalece para o bem comum estaremos, simplesmente, a mercê dos que não pensam assim.I

 Pedro Venturini é Diretor Executivo do Virtvs Club e Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Foi Gerente de Novos Negócios na Agência de Comunicação Atelier de Criação, onde também colaborava com o planejamento e atendimento da empresa e Coordenador de Marketing de Relacionamento, Trainee e Líder de Equipe da Área Comercial do World Trade Center Business Club. Os artigos aqui publicados não representam necessariamente a opinião do Jornal Folha Ubajarense. Envie seu artigo para o e-mail da Redação: folhaubajarense@yahoo.com.brI

5 تعليقات »

  • Alex Cunha said:

    O capitalismo e a falta de alteridade nos torna escravos da ideologia do ter.

  • Roberto Carlos said:

    Polícia Federal (PF) que cumpre mandados de prisão e de busca e apreensão em Tianguá, São Benedito e Ibiapina, desde ás primeiras horas desta quarta (31) em virtude da operação – “Província 2” – que investiga licitações fraudulentas no interior do Ceará, já colocou alguns servidores municipais na cadeia.
    Segundo o secretário de administração da prefeitura de Ibiapina, Luíz Bezerra França, no município foram presos o secretário de cultura e o presidente da comissão de licitação. Além disso, o secretário confirma o recolhimento de documentos contábeis relativo a licitações e tesouraria da prefeitura de Ibiapina. “Pode ser que exista

  • Vigevando said:

    Quem controla boa parte dos meios de comunicação de massa com exceção da Internet, que não é tão de massa assim, são os políticos partidários. E na cabeça da grande maioria das pessoas, que sempre associa o sucesso do governo com os Holofotes da Rede Globo, talvez a imagem da Presidenta esteja um pouco ofuscada para quem se deixa levar pelo controle e monopólio da Globo e dos políticos a ela associados. Ao meu ver é preciso fazer uma faxina também na Rede Globo.

  • Informativo said:

    Não acredito em faxina ética no Brasil! Pois os que são acusados de corrupção, são julgados por seus iguais. Vejam o que aconteceu com a Sra. Dep(a). Federal, Jaqueline Roriz, ré confessa, ao se denfender das acusações, diz que era uma simples cidadã, cidadã? Quando recebeu 50 mil, que ela diz ter sido usado para o caixa dois de campanha, e ae praticou o crime de corrupção. Quer dizer se eu praticar qualquer crime, previsto por o nosso código penal, e me candidatar a deputado e for eleito, não serei julgado por a justiça por os crimes que pratiquei antes de ser eleito e ainda posso ser absolvido, pelos meus colegas? Isso é brincadeira! Eu tinha uma certa esperança com o projeto ficha limpa, mas agora tenho minhas dúvidas. O Senador Cyro Miranda é que esta certo, em propor que o dia 31 de Agosto seja instituido como dia Nacional da corrupção.

  • Alex Cunha said:

    O ubajara clube está abandonado e caindo aos pedaços! o que se passa?

FAZER UM COMENTÁRIO

Participe. Deixe seu comentário aqui