Folha Ubajarense » Sugestão de atrativo turístico, por Monique Gomes
Entrevistas e Homenagens

Confira as entrevistas concedidas ao Jornal Folha Ubajarense. Em breve a sessão Homenagem Póstuma estará disponível

Ibiapaba online

Notícias da Ibiapaba:Viçosa do Ceará, Tianguá, Ubajara, Ibiapina, São Benedito, Guaraciaba do Norte e Carnaubal

Polícia

O interior do Estado do Ceará não é mais o mesmo. Violência, criminalidade e acidentes no trânsito fazem parte da rotina

Ubajaridade

A essência de ser ubajarense permanece arraigada nos habitantes dessa cidade pacata e de clima agradável

ümor

Artigos, Crônicas, Piadas. Tudo aquilo que você não precisa saber para viver com dignidade e qualidade de vida está aqui

الرئيسة » Opinião

Sugestão de atrativo turístico, por Monique Gomes

أرسلت بواسطة Monique Gomes في sexta-feira, 11 setembro 20095 تعليقات

Durante as férias aconteceu o Festival Municipal de Quadrilhas de Ubajara. O evento é realizado pela Secretaria de Turismo e mobiliza grupos de diversas comunidades, além de convidados da região. É extremamente gratificante assistir a alegria contagiante dos brincantes, a criatividade das coreografias e dos cenários. Esse Festival já se consolidou como evento anual no calendário das festividades do município, por isso é possível fazer dele um atrativo turístico.I

A primeira coisa a ser feita é dar uma turbinada na programação, que ora oferece apenas a apresentação dos grupos de quadrilha, quando deveria ter um show grande no dia da abertura com uma artista do nível da Elba Ramalho, por exemplo. É surpreendente, mas um show desse gabarito custa bem menos que uma banda de forró tradicional e atrai muito mais mídia, veja o exemplo de Viçosa, que trouxe Fagner para a abertura do Festival de Música e com isso ganhou publicidade em diversos jornais.I

O mesmo público que assiste a belas, porém intermináveis apresentações de quadrilha, também gosta de dançar – e um show com um artista conhecido nacionalmente atrai gente de outros estados. Pessoas de outros estados são possíveis turistas. Turistas são seres animados, bípedes, geralmente carnívoros, que costumam viajar sozinhos ou em grupo. Eles se hospedam nos hotéis da região que desejam conhecer e contribuem para a economia local porque consomem, gastam uma grana na cidade. Grana na cidade gera o efeito multiplicador, que por sua vez gera o desenvolvimento.I

Outro fator importante para o sucesso da formação de um atrativo turístico é disponibilizar uma página na internet com a programação do evento, além de investir em outras mídias, claro – de preferência meses antes dele acontecer, isso é importante e requer planejamento. Como diz o ditado, o melhor da festa é esperar por ela. Isso é uma coisa muito simples de fazer e que gera resultados, porque é a informação que se torna pública. O calendário anual de eventos deve romper as barreiras do marketing de boca.I

É vergonhoso reconhecer que Ubajara, assim como outras cidades da Serra da Ibiapaba, ainda não faz bom uso da internet. Isso me lembra muito o Mito da Caverna de Platão, pois é como se estivéssemos vivendo na escuridão. O marketing moribundo e a falta de informação fazem parte de um lado sombrio que aprisiona, cega, retrocede.I

É comum o gestor público realizar festas para agradar a massa e esse investimento poderia ser melhor aplicado a custo muito mais baixo, de maneira ordenada, planejada e direcionada para atrair turistas e com isso gerar o tão esperado efeito multiplicador da moeda. É fato que há outras vertentes capazes de gerar desenvolvimento e Ubajara felizmente terá a satisfação de testemunhar o início de uma nova era com a conquista do Centro de Especialidades Odontológicas e do Centro Federal de Educação Tecnológica, mas não vamos esquecer que a natureza foi muito generosa com essa cidade e que ser indiferente ao turismo é renegar o nosso potencial.I

  

moniqueSugestão de Atrativo Turístico, por Monique Gomes
Formada em Gestão de Negócios em Turismo e Hotelaria pela UVA, estudante de Letras pela UFPB, estudante de Gestão em Políticas Públicas do Turismo pela UFSC, pós graduanda em Marketing e Administração e Editora do Site Folha Ubajarense

5 تعليقات »

  • Lusmar Gomes Ibiapina said:

    Deveria ter um engenho que tivesse infra-estrutura, e higiêne para receber turistas e para que os próprios filhos da terra possam ter acesso a produtos de qualidade, uma vez que sempre que vou a Ubajara tenho dificuldade em adquirir mel e outros produtos pois vejo que os engenhos n tem nenhuma responsabilidade com a higiene do local, afetando a qualidade dos produtos.

  • roncalli dantas said:

    Olá Monique. Fiquei impressionado com Ubajara e suas belezas. Mas não é somente a natureza que ainda está preservada. A população de Ubajara tem tudo para crescer ordenadamente com o turismo, por que existe uma consciência da população quanto à valorização da identidade.
    Muitos lugares crescem no setor turístico, mas acabam se descaracterizando em favor dos viajantes. Veja o exemplo de Natal, Pipa, Porto de Galinhas… Lugares turísticos, rendendo muitos dividendos para os seus respectivos municípios, contudo são apenas espaços bonitos por natureza! Não é necessário mais do que uma semana nesses lugares para esgotar o interesse em ficar nessas cidades, pois as atrações se limitam apenas ao espaço geográfico. Não há necessidade de trocar figurinhas com a população, por que estes se descaracterizaram.
    - Confesso que não tenho entusiasmo em mergulhar na cultura local desses lugares.
    Tomando o extremo oposto como exemplo, quando se viaja para o Rio de Janeiro, não se pretende viajar somente para ver a paisagem do Cristo Redentor ou do Pão de Açúcar. Tão importante quanto a paisagem, é conhecer os Sambistas, a torcida do Flamengo no maracanã, o sotaque do carioca, o carnaval, as dificuldades da vida nos morros… Existe uma parcela dos turistas que se envolvem também com as pessoas, com os costumes.
    Quando estive aí, senti necessidade de conhecer vocês, de andar pelos vilarejos, por Suminário, Jaburuna, de conhecer os trabalhos que vocês fazem com folhas de bananeiras, de ler a literatura de folheto que se produz nessa cidade, de entender o orgulho de um povo que se alegra em ser de Ubajara

  • Diego said:

    caraio olha isso macho essa poha de ubajara tah lascada mesmu aff Ari vamos trabalhar veioooooooooooooo beiçudddoooooooooo

  • eu said:

    s2

  • André Varela said:

    Bom, concordo com a Srta. Monique, nossa cidade por ser considerada como ponto turístico, deveria investir mais no turismo e na própria cultura. Podemos perceber que não temos pontos/atrações, que possam chamar mais pessoas para a cidade, e assim, gerar mais lucro . Como exemplo, férias. Nesses meses a Prefeitura juntamente com a Secretaria de Turismo, poderiam inovar e assim, diferenciar nossa cidade com Festivais de Férias, mas detalhe, com atrações que chamem a atenção do público. Poderíamos em épocas carnavalescas e de são João, deixar nossa cidade conhecida como uma das melhores nesse sentido.

FAZER UM COMENTÁRIO

Participe. Deixe seu comentário aqui