Folha Ubajarense » Considerações sobre a violência, por Monique Gomes
Entrevistas e Homenagens

Confira as entrevistas concedidas ao Jornal Folha Ubajarense. Em breve a sessão Homenagem Póstuma estará disponível

Ibiapaba online

Notícias da Ibiapaba:Viçosa do Ceará, Tianguá, Ubajara, Ibiapina, São Benedito, Guaraciaba do Norte e Carnaubal

Polícia

O interior do Estado do Ceará não é mais o mesmo. Violência, criminalidade e acidentes no trânsito fazem parte da rotina

Ubajaridade

A essência de ser ubajarense permanece arraigada nos habitantes dessa cidade pacata e de clima agradável

ümor

Artigos, Crônicas, Piadas. Tudo aquilo que você não precisa saber para viver com dignidade e qualidade de vida está aqui

الرئيسة » Opinião

Considerações sobre a violência, por Monique Gomes

أرسلت بواسطة Monique Gomes في sábado, 21 novembro 2009لا تعليقات
Crianças do Bairro São Sebastião
Crianças do Bairro São Sebastião na Praça Edmundo Macedo. Foto: Monique Gomes

Recentemente a população de Ubajara foi surpreendida por uma série de crimes que ocorreram no Bairro Sebastião Gomes Parente. Na notícia Adolescente é morto a facada no Bairro São Sebastião’, publicada aqui no Jornal Folha Ubajarense, vários leitores deixaram um comentário e uma pequena discussão foi gerada entre eles, com direito a chingamento e tudo mais. Ora, se o assunto é violência, não é cabível que se falte com a tolerância. Somos seres pensantes, temos inteligência para saber que a tolerância é fundamental para o bom relacionamento inter-pessoal. Saiba que a paz começa em você, e que se existe o desejo de convencer o outro de que você está certo, use seus argumentos e não a violência. Durante um debate, aquele que usa da violência física ou verbal, mesmo em posse da razão, a perde. Nada justifica um ato violento entre seres capazes de refletir, dialogar, chegar a um consenso ou simplesmente respeitar a opinião do outro.I

O jornalismo tem a missão de informar. Muito embora uma ou outra notícia seja um calo no pé de alguém ou um fato vergonho para a cidade, é melhor noticiar para provocar as providências cabíveis do que silenciar e empurrar a sujeira pra debaixo do tapete. Como setenciou o célebre Martin Luther King, “o que me preocupa não é o grito dos maus, é o silêncio dos bons”.I

Em se tratando da violência que resulta em criminalidade, e tirando o fato de que algumas pessoas já nascem com determinado grau de sociopatia, ou seja, destinados a matar sem culpa, muito pode ser feito na questão social como forma de prevenção da violência. É incontestável que amor e educação ajudam a formar bons cidadãos, salvo alguns casos.I

Segundo comentário de policiais que cuidam da segurança na cidade de Tianguá, a maioria dos delitos daquela cidade é de autoria de menor. E eles mesmos dizem: ‘O que nós podemos fazer quando flagramos um menor cometendo a infração?’I

No Hospital da Unidade Mista, localizado no Bairro São Sebastião, tem uma área onde funciona um Centro de Referência de Assistência Social – CRAS, um programa do Governo Federal em parceria com as prefeituras que é estrategicamente localizado em áreas com maiores índices de vulnerabilidade e risco social. O Centro tem uma proposta bonita, pois dá apoio ‘as gestantes, oferece cursos para os adolescentes como violão, desenho, dança, entre outras artes, além do fornecimento gratuito de leite e acompanhamento alimentar para as crianças. Certo é que o funcionamento é precário, mas existe essa ação louvável que procura cuidar da criança e do adolescente, eles que são a nova safra, a nova geração que determinará o futuro do Bairro São Sebastião.I

O Centro, antes de ser movido para a área do Hospital, funcionava em um espaço alugado e mais apropriado. Existe um projeto para a construção da sede própria do CRAS que eu desconheço o andamento, mas uma verba foi destinada para a construção no Bairro Nossa Senhora de Lourdes.I

Além dos serviços do CRAS, que pode ser melhorado, existe naquele bairro a Creche que é mantida pelo Centro Espírita Assistencial de Ubajara. Lá as crianças têm aulas de evangelização, palestras e brincadeiras. A quadra esportiva construída ao lado da Praça Edmundo Macedo também é uma infraestrutura importante para o lazer dos jovens, incentiva a prática de esportes e promove a interação.I

Para prevenir a violência, uma boa saída é cuidar bem das crianças, para que elas tenham uma infância feliz e tenham uma formação com base na ética, respeito e senso de cidadania.I

Para remediar a violência é muito mais trabalhoso, mas não é impossível. O crime só cresce porque o bandido tem a certeza da impunidade. Precisamos de um sistema de segurança mais ostensivo, mais viaturas, mais policiais e um sistema penitenciário de verdade, do tipo que o detento cumpre a pena preso, sem o direito de passeios noturnos como acontece aqui. O ideal seria uma penitenciária onde os detentos pudessem ocupar o tempo trabalhando, porque é o trabalho que dá dignidade ao ser humano, então só assim eles teriam a chance de um dia se reabilitar.I

monique


Considerações sobre a violência, por Monique Gomes,
formada em Gestão de Negócios em Turismo e Hotelaria pela UVA, estudante de Letras pela UFPB, Repórter Fotográfica, Redatora e Editora do Site Folha Ubajarense

FAZER UM COMENTÁRIO

Participe. Deixe seu comentário aqui