Folha Ubajarense » Vereador afirma que votaria em projeto por dinheiro
Entrevistas e Homenagens

Confira as entrevistas concedidas ao Jornal Folha Ubajarense. Em breve a sessão Homenagem Póstuma estará disponível

Ibiapaba online

Notícias da Ibiapaba:Viçosa do Ceará, Tianguá, Ubajara, Ibiapina, São Benedito, Guaraciaba do Norte e Carnaubal

Polícia

O interior do Estado do Ceará não é mais o mesmo. Violência, criminalidade e acidentes no trânsito fazem parte da rotina

Ubajaridade

A essência de ser ubajarense permanece arraigada nos habitantes dessa cidade pacata e de clima agradável

ümor

Artigos, Crônicas, Piadas. Tudo aquilo que você não precisa saber para viver com dignidade e qualidade de vida está aqui

الرئيسة » Política, Ubajaridade

Vereador afirma que votaria em projeto por dinheiro

أرسلت بواسطة Monique Gomes في segunda-feira, 23 novembro 200931 تعليقات

Durante a sessão do dia 20 de novembro realizada na Câmara de Vereadores de Ubajara, a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Educação, apresentou o Projeto do Plano de Cargos e Salários do Magistério, para que fosse votado em regime de urgência urgentíssima. Apesar da explanação feita pela equipe da Secretaria, alguns vereadores votaram contra a tramitação do projeto pelo fato de que este foi enviado ‘a Câmara algumas horas antes da sessão, inviabilizando a leitura e o exame do processo.I

 

 O debate provocou uma discussão entre os vereadores. O parlamentar Antônio Rodrigues, conhecido popularmente como ‘Mosquito’, ex-gari e representante da comunidade do Bairro Nossa Senhora de Lourdes, se direcionou ao colega Cláudio Mesquita e afirmou diante dos presentes, além dos ouvintes da Rádio Club FM, emissora que transmite a Sessão, que só votaria naquele projeto se o prefeito depositasse dinheiro na conta dele.I.

 

 Vereador Antonio Rodrigues
I“Nós, vereadores, temos que ter muito cuidado ao pegar num papel desse aqui, temos que ler. Como é que eu vou assinar uma coisa, aprovar um projeto que eu não li? Pois faça o seguinte, vá na Prefeitura e mande passar 20 mil reais pra minha conta, que aí tudo bem…”.I

31 تعليقات »

  • Anonimo said:

    Baseado no que nas palavras do vereador Antonio Rodrigues (mosquito), digo aos leitores da folha Ubajarense, a culpa é do povo que elegeu um representante deste, como é que um vereador que se diz ser representante do povo abre a boca para dizer uma barbaridade dessa “faça o seguinte, vá na Prefeitura e mande passar 20 mil reais pra minha conta, que aí tudo bem…”, o povo tem que saber escolher seus representantes,mais não só pq o Ant. Rodrigues, manda matar um boi, faz um churrasco e compra cachaça para destribuir entre seus eleitores, as pessoas acham que ele será um bom representante, kkkk, eu faço é rir, povo Ubajarense bom ele seria se ao inves de cachaça ele destribuisse cestas basica para os necessitados, ai sim ele estaria pensando no bem dos seus eleitores.

    Só tenho a lamentar por esta pessima escolha que alguns fizeram.

  • Anonimo said:

    Caros leitores deixo aqui meu sentimento de revolta e muita vergonha por residir em ubajara,sim,vergonha, pois não nasci nesta cidade mas até antes desta materia, me orgulhava de dizer aos meus amigos e desconhecidos que era ubajarense de coração e vestia a camisa da cidade,este senhor conhecido por mosquito e que tanto orgulhou ubajara provando que os menos indinheirado tem lugar na politica vencendo a campanha para vereador,acabou de sujar a politica de ubajara.( Obrigado Folha Ubajarense pelo jornalismo serio,e pela coragem de mostrar a nua e crua realidade do nosso municipio.

  • FÁBIO said:

    . ´Primeiramente penso que é impossível acreditar que um projeto de lei possa ser encaminhado à Câmara Municipal somente no momento da votação. Quando um vereador diz que viu o projeto apenas 16h, é no mínimo constrangedor, pois sabemos que este se encontra na Casa deste 11h da quinta-feira que antecede à sessão. Por quê o nobre vereador não sabia? Deve ser pelo interesse que os mesmos procuram, que é dar show, criar polêmicas e jogar culpas para outras pessoas. É mais fácil, não? E o que podemos dizer do “Mosquito”? É lamentável testemunharmos tantas baixarias: vereador que propõe sem comprado para votar sim no projeto, vereadora com palavras que nos desmoralizam, que apela para o sensasionalismo barato… É lamentável!!!

  • anônimo said:

    Foi vergonhoso ouvir um representante do povo falar dessa forma. As sessões na Câmara Municipal de Ubajara estão se tornando um grande circo, com vereadores que além de não saberem se pronunciar, ainda nos mostram uma imensa ignorância dos fatos.

  • Anonimo said:

    certos povos tem o político que merece kkkkkkk bando de cachaceiros

  • Vigevando Araújo de Sousa said:

    Eu não sei quem escreveu esse artigo contra o Vereador Mosquito. Também não me interessa quem escreveu. Eu estava na reunião da Câmara de vereadores, onde estava sendo discutido o problema da segurança pública e o plano de cargos e carreiras dos professores do munícipio. A impressão que me deu era de que esse plano não foi votado de maneira séria pelos vereadores, pois no caráter de urgente urgentíssimo, como se expressou bem a vereadora Michele, não havia tempo de ler, muito menos de democratizar esse projeto de lei como os servidores públicos. Sem a exata compreensão da lei, esta fica sujeita a manipulação de terceiros que podem se aproveitar para instaurar suas ideologias com o intuito de beneficiar-se da situação de pessoas ingenuas que tudo concordam e nada questionam, como foi a atitude da maioria dos vereadores da nossa querida Ubajara.Com relação ao vereador Mosquito, ele foi mal interpretado por quem escreveu esse artigo. Sabemos que ele é um pouco limitado em suas palavras, mas ele foi um dos poucos a agir com sensatez e respeito ao servidor público, assim como o vereador Amadeu e a vereadora Michele. O vereador Mosquito deu apenas um exemplo de que não devemos nos deixar levar pelas palavras de qualquer pessoa que venha com uma proposta qualquer parafrasendo suas palavras:Não é só chegar solicitando um projeto como se solicita 20 mil reais à Prefeitura que será atendido. è preciso ver antes as condições preliminares à solicitação.isto é às próprias condições legais. Deixo claro que não tenho nada nem a favou de ninguem, mas para o bem da verdade resolvi escrever esse artigo.

  • Monique Gomes (author) said:

    Vigevando, eu sou a editora do site do Jornal Folha Ubajarense, escrevi a matéria sobre o vereador Mosquito.Tenho a minha opinião formada sobre as coisas, mas no momento de editar uma notícia o meu objetivo é somente relatar os fatos e o que aconteceu na sessão foi exatamente isso. É importante que vocês continuem postando opiniões e participando, somos testemunhas e personagens dessa história
    Monique Gomes, Editora

  • Pedro Henrique said:

    Um vereador destes merece no mínimo ser denunciado e investigado pelo Ministério Público! Se ele fala assim, dá indícios de que este tipo de negociação possa estar acontecendo (ou vir a acontecer) no Poder Legislativo de Ubajara (se bem que se realmente estivesse ocorrendo esse tipo de negociata nem seria supresa, visto o baixo escalão da maioria dos vereadores e os antecedentes no mínimo “criminosos” de ex componentes da câmara municipal de Ubajara…)

  • Alex Cunha paiva said:

    A aprovação desse pcc foi um retrocesso para a clssae docente de ubajara lamentavél!

  • Alex Cunha paiva said:

    redigindo a aprovação desse pcc foi um retrocesso para a classe docente de Ubajara lamentavél

  • Vigevando Araújo de Sousa said:

    Ok Monique
    Palavras tem que ser interpretadas… Referentes as palavras do vereador Mosquito eu não acredito que ele seja tão ingênuo a ponto de pedir para a prefeiturade positar 20 mil em sua conta no próprio microfone da câmara. Consultei as pessoas que no momento escutavam a reunião e elas confirmaram a minha opinião sobre o caso. O vereador de fato não teve a intensão de se vender pelo projeto de lei.

  • Vigevando Araújo de Sousa said:

    Ok Monique
    Palavras tem que ser interpretadas… Referentes as palavras do vereador Mosquito eu não acredito que ele seja tão ingênuo a ponto de pedir para a prefeiturade positar 20 mil em sua conta no próprio microfone da câmara. Consultei as pessoas que no momento escutavam a reunião e elas confirmaram a minha opinião sobre o caso. O vereador de fato não teve a intensão de se vender, ele apenas não se expressou bem.

  • anônimo said:

    Analisando o texto do sr vereador Antonio Rodrigues (“Nós, vereadores, temos que ter muito cuidado ao pegar num papel desse aqui, temos que ler. Como é que eu vou assinar uma coisa, aprovar um projeto que eu não li? Pois faça o seguinte, vá na Prefeitura e mande passar 20 mil reais pra minha conta, que aí tudo bem…”.) não iria longe, fazendo um paralelo entre os recursos expressivos da linguagem, o uso de pelos menos dois recursos linguísticos: a metáfora e a ironia. Fica evidente, portanto, que o que diz o vereador, considerando as entrelinhas da linguagem figurada, não deve ser interpretado ao “pé da letra” como motivo de polêmica sensacionalista como bem se coloca como título da reportagem!

  • Anonimo said:

    concordo com o colega a manchete parece de um tablóide londrino ou do programa do ratinhoa kkkkkkk

  • Bussunda said:

    se não fosse grave o tal vereador não precisava ter pedido desculpas

  • Chico Tolete said:

    Já era de se esperar.. acho é pouco so isso.. agora interessante era colocar o video no You Tube para toda sociedade ter acesso.. o certo é levar uma camera e gravar todas as sessões da camara pra quando tiver um absurdo destes a população ter acesso.. Mesmo assim meus parabens por publicar essa materia.. sou de Ubajara moro longe mas sempre acompanho seu site. Grande abraço.

  • Mosquito da Dengue said:

    Politico honesto eh assim.. valeu mosquito.. vou votar em vc na proxima..

  • moradores da rua da lama said:

    não fiquem espantados pois comportamentos assim é normal no nosso meio politico, mora na rua da lama e hoje tambem é conhecida como a rua da muriçoca, se o nosso prefeito tivesse o compromisso de concluir todas as suas obras e não deixasse nada pendente, talvez nossos veriadores se comportassem de forma diferente, convido a todas as autoridades de ubajara para conhecer a obra que vai fazer dois aninhos de vida agora no mes de janeirro, mas o bom de tudo isso é que o inverno ta chegando e nos que moramos na rua da lama vamos passar outro inverno sufocado.

  • Dr. Jamal said:

    A funçao politica é uma das mais importantes para sociedade, dela surgem projetos que devem promover uma melhor qualidade de vida .Então lhes pergunto; como pode um analfabeto ter tal iniciativa? é o que vemos na câmara municipal de Ubajara.Em todos os tempos nunca se viu grupo de vereadores tão alienados, com ressalvas é claro.A presidencia com o Sr. João Santé, só lera, não sabe nada fica na mão de um mala Grijalva, coitados de nós. Este vereador Claudio da Jaburuna, que tristeza, um analfabeto de primeira, como pode representar um governo? Este mosquito sem nenhum preparo, não poderiamos esperar coisa melhor.O Betão ladrão de combustivel das ambulãncias, traidor de sua própria comunidade, tambem analfabeto. Não temos o direito de cobrar nem esperar bons projetos, pois a culpa é nossa mesmo.Não podemos colher arroz se plantamos capim?

  • Denes Brito said:

    O povo tem o político que merece. Mas, com um pouco de maldade, pessoal, o que se pode esperar dessa figura? Cobrem quem votou nele.

  • Democrito said:

    Não sei se o vereador seria tão ingênuo para falar isso ao microfone, porém atitudes dessas nós presenciamos diariamente, não é novidade nenhuma. Sabemos que existe a troca de favores é o toma lá da cá. Porém quero parabenizar a atitude da editora Monique por querer mostrar que certas atitudes podem sim acontecer aqui no nosso municipio, vejo o caso do ladrão da prefeitura chamado Gladson, compra peças para a prefeitura e superfatura notas e ainda é conhecido como cidadão, ladrão de primeira qualidade, porém devo admitir que ele é esperto, sabe roubar e ninguém da prefeitura consegue cortar as maracutais dele, será que ele tem ajuda dentro da PMU? Ubajarense nós estamos é lascados, para não dizer outra palavra feia aqui.

  • Monique said:

    Demócrito, as sessões da câmara são transmitidas pela rádio club fm e eu gravo todas. As palavras em aspas citadas pelo vereador são as mesmas que ele usou, em peso e medida. A opinião de vcs é muito importante

  • demócrito said:

    Desculpas Monique, não quis duvidar de você, afinal de contas está gravado o que o parlamentar disse, só acho que ele deve ter colocado as palavras erradas, não que eu ache que ele seja honesto, mas pode ser (pooode ser)que ele tenha se atrapalhado no seu comentário.

  • Anonimo said:

    Monique vc diz que é imparcial mas na reportagem veja isso: Apesar da explanação feita pela equipe da Secretaria, alguns vereadores votaram contra a tramitação do projeto pelo fato de que este foi enviado ‘a Câmara algumas horas antes da sessão, inviabilizando a leitura e o exame do processo.este apesar entrega vc e como vc fosse a favor do tal pcc que tanto prejudica o professor! !

  • Monique said:

    Olá, Sr. Anônimo. Um jornalista deve ser imparcial, mas nunca, jamais abandonar o senso crítico. Quando eu disse que o projeto foi enviado em cima da hora, inviabilizando a leitura e o estudo detalhado feito pelos vereadores, sei o que estou dizendo. Trabalhei na Câmara de Vereadores há alguns anos e cansei de ver projetos chegando em cima da hora da Sessão, temos que ser justos e reconhecer que essa atitude é prejudicial para o vereador, que tem o papel de estudar o processo, que geralmente toma dúzias de páginas. Seria interessante que o Poder Executivo enviasse o projeto com dias de antecedência, para que o estudo fosse viabilizado pelo legislativo. Um projeto que é votado sem análise, na pressa, pode ter sérios danos no futuro para aquele que acha que está sendo beneficiado. A pressa é inimiga da perfeição. Seu comentário é muito importante, obrigada pela participaçao

  • anonimo said:

    É bem visto, de quaquer maneira vocês deveriam esquecer desse fato e pensar nos ladrões de verdade que estão na prefeitura, que roubam, como o AMARILDO, O SR. LUIZ, A SENHORA MUNDINHA, ESSES SIM SÃO LADRÕES! Sairam de seus respectivos empregos por ter roubado, neles ninguém fala, ninguém diz nada, e são os que estão nos maiores cargos na prefeitura, PENSEM NISSO, povo ubajarense, vamos cobrar nossos direitos, e exigir o que é certo!

  • Fernando said:

    E os outros vereadores, se não são iguais, com certeza são piores…

  • islany said:

    ANTES DE QUALQUER PALAVRA QUE FORMOS USÁ-LAS TEMOS QUE PENSAR MUUUUUITO ANTES FALAR,A ESPRESSÃO QUE FOI USADA POR O VEREADOR ANTÔNIO RODRIGUES FOI MUITO CLARA E OBJETIVA.

  • ANÔNIMO said:

    É MUITOS UBAJARENSES SÃO CONTRA A ADMINISTRAÇÃO DE UBAJARA E TALVEZ ATÊ CONTRA O PRÓPRIO PREFEITO MAS ESSAS PESSOAS Q SÃO CONTRA NÃO OLHAM PARA O Q JÁ FOI FEITO AQUI EM UBAJARA PARA OS PROJETOS …

  • albert said:

    kkkkkkkk ele so falou o que os outros fazem e não dizem,coitado ingenuo

  • Raquel said:

    O mosquito é um sem noção q não faz nada pela sua propria comunidade ele so sabe é esculhambar o trabalho dos outros ele tem que criticar menos e trabalhar mais

FAZER UM COMENTÁRIO

Participe. Deixe seu comentário aqui